Juventudes, educação e violências: articulações e controvérsias

O Livro Juventudes, educação e violências: articulações e controvérsias aborda diferentes aspectos dos contextos escolares brasileiros pensados a partir das potencialidades da escola enquanto instituição socializadora entrelaçadas às diversidades características das juventudes no Brasil. A obra reúne artigos que abordam a relação entre a convivência nas escolas e as expressões de violências que acontecem nesse espaço. O objetivo é pensar como o clima escolar influencia nas expressões das violências nos espaços escolares e como essas dinâmicas permeiam outros espaços fora da escola, como a internet. O livro é resultado do curso de aperfeiçoamento Juventudes, espaço escolar e violências: uma proposta de intervenção social, oferecido pela Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil) em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI).

A coletânea de artigos científicos produzidos é o saldo de uma diversidade de experiências e histórias, através de revisões bibliográficas e pesquisas, culminando em proposições de inovação e atualização dos métodos de ensino, na abrangência do espaço escolar e de seus objetivos de inclusão, na participação do jovem no ensino, e na violência escolar e seus impactos. São apresentados diferentes trabalhos com uma abordagem sobre o autoconhecimento na fase da juventude; a problematização dos papéis negligenciados da escola na formação dos educandos; bem como a adequação do ensino a questões estruturais da sociedade brasileira como racismo e desigualdade com a consequente relevância no desenvolvimento do senso crítico, na participação e na extensão da noção de cidadania.