Ações Afirmativas e Burocracia Pública

O objetivo da pesquisa é realizar uma análise aprofundada da política de cotas raciais em concursos públicos e os mecanismos de funcionamento das “Comissões de Verificação de Autodeclaração”. Para tanto, a pesquisa ambicionou, em primeiro lugar, sistematizar e difundir informações atualizadas sobre o funcionamento das cotas raciais em concursos públicos no Brasil e sobre os beneficiários desta política. Realiza uma sistematização das experiências existentes nos níveis nacional, federal, estadual e municipal, mapeando os diversos marcos jurídicos existentes. Em seguida, a pesquisa aprofunda nas Comissões existentes, com a escolha de algumas delas como objeto de trabalho de campo qualitativo. Busca também analisar o presente contexto de questionamento e avaliação das ações afirmativas no Brasil, seu funcionamento e impacto. Como produto da pesquisa, serão elaborados: a) um mapa ilustrativo e georreferenciado dos modelos vigentes de cotas raciais em concursos públicos, e b) uma análise qualitativa do funcionamento das políticas de ação afirmativa no serviço público brasileiro.

Últimas notícias do projeto

Flacso e UnB lançam caderno de pesquisa e mapa sobre Ações Afirmativas no Brasil

As políticas raciais no Brasil são objeto do Caderno de Pesquisa Ações Afirmativas e Burocracia Pública: vinte anos de legislação e do Mapa Georreferenciado das Ações Afirmativas, que serão lançados em evento virtual no dia 5 de novembro. Os produtos foram realizados no âmbito do projeto Ações Afirmativas e Burocracia Pública, desenvolvido pelo Colégio Latino-Americano […]

Leia mais+
Este projeto pertence aos seguintes programas: Colégio Latino-Americano de Estudos Mundiais