Iniciativa envolve organizações de três países. Flacso Brasil coordena o primeiro ano de atividade do projeto.

Flacso Brasil lança o site Comunidade de Prática. O portal de conteúdo faz parte do programa Estudos e Políticas de Cultura e Diversidade, coordenado pela Dra. Renata Montechiare. O projeto “Comunidade de Prática – Desenvolvimento Integral e Educação Intercultural na América Latina” é apoiado pela Porticus. O site pode ser acessado em: https://comunidadeeducativa.org/

“A Flacso Brasil liderou o primeiro ano do Projeto Comunidade de Prática e agora lança um site com a memória desse primeiro ano de atividade”, disse Renata Montechiare.

A coordenadora do projeto declarou que nos encontros mensais e virtuais foram discutidos dois grandes temas: o da Covid-19 e o cenário da educação do campo, ambos os temas com foco para três países: Colômbia, Peru e Brasil.

“Buscamos entender como as escolas e as redes de educação enfrentaram a pandemia, as consequências, desafios, soluções encontradas, saídas e alternativas diante da crise epidemiológica”, disse Montechiare ao falar do primeiro tema abordado no projeto.

Ao tratar da educação do campo, Renata declarou que o objetivo da iniciativa foi entender como os sistemas de educação funcionam, que tipo de formação docente existe, como as escolas são distribuídas e dados de orçamento. De acordo com a coordenadora, o recorte de educação do campo foi ampliado para entender a educação indígena, quilombola, extrativista, de comunidades tradicionais, pequenos agricultores e agricultura familiar.

O projeto

O projeto de apoio institucional e liderança da Comunidade de Prática tem como objetivo articular os parceiros que promovem iniciativas para a melhoria da oferta e qualidade da educação secundária e média do campo a partir da interculturalidade.

A iniciativa conta com parceria de várias organizações da Colômbia, Brasil e Peru: Educapaz, CINEP, Fundación Nacional por la Reconciliación, Aulas en Paz, Masterpeace Colômbia, Pontifica Universidad Javeriana, Fundación Escuela Nueva, Fe y Alegría. Unesco Perú, Ser Maestro, Observatorio Peruano de Educación, Universidad Antonio Ruiz de Montoya, Tarea, Unicef, CREI, Comunidade Educativa CEDAC e o Centro de Referência em Educação Integral.

No Brasil, a liderança do projeto é feito pela Flacso, que atua em conjunto com a Porticus no Norte e em alguns estados do Nordeste, com foco no Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Na Colômbia, a liderança é da ONG Educapaz em conjunto com outras organizações do país. No Peru, a Comunidade de Prática é conduzida pela Unesco Peru em parceria com organizações locais, regionais e nacionais.

Mapa de experiências educativas

A pandemia da Covid-19 colocou à prova as formas de imaginar o ensino em condições adversas e provocou rearranjos institucionais e pedagógicos que exibiram o compromisso de docentes preocupados com a manutenção de um vínculo sólido com alunos em meio às adversidades. As experiências dos parceiros da Porticus são exemplos de práticas inspiradoras a esse respeito.

O mapa de experiências educativas inspiradoras em Desenvolvimento Integral da Criança e Educação Intercultural na América Latina reúne iniciativas apresentadas durante os encontros realizados no primeiro ano de atividade da Comunidade de Prática.

Com isso, o projeto pretende divulgar ações promovidas por docentes e profissionais da educação em escolas e comunidades no Brasil, Colômbia e Peru.