Faces da desigualdade no Brasil. Um olhar sobre os que ficam para trás

A publicação Faces da Desigualdade no Brasil constitui uma das contribuições ao Programa Agenda Igualdade desenvolvido pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, Flacso Sede Brasil, e o Conselho Latino-americano de Ciências Sociais, Clacso, e contou com apoio da Fundação Ford.

As análises abordadas nesta publicação buscam reter parte dos avanços brasileiros na redução das desigualdades durante o período 2002-2015, além da perspectiva de renda. É um olhar para a parte meio cheia do copo.

Os dados sobre o Brasil refletem transformações relevantes ocorridas e partem do reconhecimento que ainda somos um dos países mais desiguais do mundo. Entretanto, se busca refletir sobre as conquistas democráticas alcançadas nos últimos anos, tentando compreender lacunas, limites e desafios que os governos progressistas enfrentaram para avançar na promoção de políticas de redução da injustiça social e das desigualdades estruturais existentes no País e na região.

• Organização, análise dos dados e textos: Tereza Campello
• Coordenação editorial e textos: Monica Rodrigues
• Produção dos dados: Marconi Fernandes de Sousa Allan e Nuno Alves de Sousa
• Projeto gráfico e diagramação: Gabriel Rizzo Hoewell
• Apresentação: Tereza Campello e Pablo Gentili