Educação e práticas comunitárias: educação indígena, quilombola, do campo e de fronteira nas regiões Norte e Nordeste do Brasil

Realização de pesquisa de mapeamento de práticas, iniciativas, políticas, programas e projetos que garantam direitos educacionais para grupos vulneráveis nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. No contexto da pesquisa, entende-se como grupos vulneráveis as populações do campo, de povos e comunidades tradicionais (PCTs), especialmente quilombolas, indígenas e populações de territórios de fronteira.

Conheça o site: praticaseducativas.org.br

Equipe:

Coordenadora:
Renata Montechiare

Especialista em educação:
André Lázaro

Assistente de coordenação e pesquisa:
Karen Kristien

Estagiária:
Fernanda Valesan

Pesquisadoras área educação escolar quilombola:
Givânia Silva
Nadia Cardoso

Pesquisadoras área educação escolar indígena:
Laise Diniz
Rita Potyguara

Pesquisadoras área educação do campo:
Débora Mate
Kamila Wanderley
Karla Fornari

Pesquisadora área educação escolar de fronteira:
Zuila Santos

Este projeto pertence aos seguintes programas: Estudos e Políticas de Cultura e Diversidade, Políticas de Educação Superior