Encontro inaugural marca início das atividades de apoio à participação internacional do CPA

Integrantes do CPA terão acompanhamento semanal para apoio à participação do Comitê em espaços internacionais
 

Informações da Ascom/Conanda

Na última terça-feira (14), o Comitê de Participação de Adolescentes do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (CPA/Conanda) participou do Encontro Inaugural das Atividades de Apoio à Participação Internacional do CPA. Nas atividades, os integrantes do Comitê irão trabalhar conteúdos tratados nos espaços internacionais de participação e terão apoio com o idioma Espanhol.

No evento, foram apresentadas orientações sobre como serão os encontros de apoio à participação internacional. As reuniões serão semanais, em cinco turmas com até nove integrantes do Comitê em cada, e ocorrerão de forma virtual. Temas como cultura, sentido de comunidade, territorialidade, direitos, participação nos espaços internacionais e conhecimento sobre os países do continente latino-americano serão abordados, além de apoio com a língua espanhola.

A Diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil), Salete Valesan Camba, participou do Encontro Inaugural. A instituição é parceira do Conanda, da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNDCA/MMDFDH), e da Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) na execução das atividades do CPA.

“Vocês, enquanto CPA, têm o privilégio de representar os adolescentes do Brasil não apenas dentro do país, mas também no nosso continente”, destacou Salete. Ela reforçou a importância do trabalho de apoio à participação internacional do CPA: “é um trabalho de aproximação, sensibilização, conhecimento da cultura latinoamericana e da língua espanhola”.

“Este trabalho é importante não apenas porque precisamos entender o que o outro fala, mas também para compreender que estamos todos no mesmo território”, afirmou. “Podemos ter línguas diferentes, nos vestir de formas diferentes, ter cor e religiões diferentes, mas somos todos da mesma humanidade, pertencemos à mesma pátria mãe”, completou a diretora.

A adolescente Ana Beatriz Silva, integrante do Comitê de Participação de Adolescentes do Conanda (CPA), relatou ao grupo como foi a participação dos representantes do CPA no 1º encontro preparatório para a Reunião de Altas Autoridades sobre Direitos Humanos do Mercosul (RAADH), no dia dia 7 de abril. “Ter um espaço de fala traz muito orgulho e gratidão por ser representado”, disse Ana Beatriz, que agradeceu pela confiança dos colegas. Ela afirmou que os integrantes “estão representando o Brasil, os adolescentes” e destacou o desejo de que “a voz” dos pares seja “ecoada” pelos representantes do Brasil na RAADH.

 O integrante do CPA Raul Zainedin, que também participou do encontro preparatório para a RAADH, afirmou que a “RedSurca é muito importante para que nós, crianças e adolescentes, tenhamos voz e opinião. E para que nossa voz seja não somente ouvida, mas valorizada e transformada em ação”.

RAADH e RedSurca

Entre os espaços internacionais dos quais o Comitê poderá participar está a Rede Sur de Crianças e Adolescentes (RedSurca), instância de participação de adolescentes criada em 2018 pela iniciativa Niñ@Sur – comissão permanente da Reunião de Altas Autoridades sobre Direitos Humanos do Mercosul (RAADH), composto por adolescentes dos países membros e associados do Mercosul: Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Paraguai e Uruguai.

O CPA é o órgão representante do Brasil na RedSurca e, conforme recomendado pela Comissão Niñ@Sur, promoveu processo de escolha democrático, protagonizado pelos adolescentes que integram o Comitê, para definir os adolescentes titulares, respeitada a paridade de gênero, (Raul Zanedin e Ana Beatriz Silva) e os suplentes (Pedro Oliveira Filho e Maria Eduarda Silva), que atuarão na RedSurca até 2022.

Em maio, eles irão participar da Reunião de Altas Autoridades sobre Direitos Humanos do Mercosul (RAADH).