Flacso Brasil http://flacso.org.br Fri, 07 Oct 2022 18:06:12 +0000 pt-BR hourly 1 http://flacso.org.br/files/2022/05/cropped-1_Flacso-LGTP-Principal-Azul-A-1-32x32.png Flacso Brasil http://flacso.org.br 32 32 Boletim Informativo do CPA: edição de agosto http://flacso.org.br/2022/09/28/29167/ http://flacso.org.br/2022/09/28/29167/#respond Thu, 29 Sep 2022 02:14:31 +0000 https://flacso.org.br/?p=29167

Confira aqui o Boletim Nº 12 – agosto/22!

CPA

O CPA é um projeto executado pela Flacso Brasil em parceria com o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNDCA/MMDFDH) e a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

 

 

 

.

]]>
http://flacso.org.br/2022/09/28/29167/feed/ 0
Participe da III International Conference e IV Seminário Internacional sobre Cooperação Universitária http://flacso.org.br/2022/09/23/29154/ http://flacso.org.br/2022/09/23/29154/#respond Fri, 23 Sep 2022 20:04:00 +0000 https://flacso.org.br/?p=29154

Acontecerá entre os dias 26 e 30 de setembro a III Conferência e o IV Seminário Internacionais sobre Cooperação Universitária. A iniciativa é liderada pelo Centro Regional para a Cooperação em Educação Superior na América Latina e Caribe (CRECES) e conta com o apoio da Flacso Brasil por meio do Núcleo Desigualdade, Direitos e Governança.

O evento tem como tema “caminhos para uma internacionalização inclusiva da educação superior”. A edição deste ano conta com a participação de convidados de 3 continentes e a parceria com a U.Experience.

Será uma semana dedicada a atividades voltadas à oferta de oportunidades de cooperação internacional. O objetivo é debater sobre as boas práticas da cooperação na educação superior e o fomento a conexões internacionais entre as IES participantes.

A atividade será transmitida pelo canal no YouTube da TEINCO La Tecno.

Para mais informações sobre o evento e inscrição, acesse: III International Conference e IV Seminário Internacional sobre Cooperação Universitária.

]]>
http://flacso.org.br/2022/09/23/29154/feed/ 0
Boletim Informativo do CPA: edição de julho http://flacso.org.br/2022/09/22/boletim-informativo-do-cpa-edicao-de-julho/ http://flacso.org.br/2022/09/22/boletim-informativo-do-cpa-edicao-de-julho/#respond Thu, 22 Sep 2022 19:53:55 +0000 https://flacso.org.br/?p=29145 Confira aqui o Boletim Nº 11 – Julho/22!

CPA

O CPA é um projeto executado pela Flacso Brasil em parceria com o Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNDCA/MMDFDH) e a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

]]>
http://flacso.org.br/2022/09/22/boletim-informativo-do-cpa-edicao-de-julho/feed/ 0
Secretaria Geral da Flacso anuncia o resultado do concurso de ensaios “Novas perspectivas para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe” http://flacso.org.br/2022/09/16/flacso-anuncia-o-resultado-do-concurso-novas-perspectivas-para-o-desenvolvimento-da-america-latina-e-do-caribe/ http://flacso.org.br/2022/09/16/flacso-anuncia-o-resultado-do-concurso-novas-perspectivas-para-o-desenvolvimento-da-america-latina-e-do-caribe/#respond Fri, 16 Sep 2022 13:39:57 +0000 https://flacso.org.br/?p=29124 A Secretaria Geral da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) anunciou os vencedores do concurso de ensaios “Novas perspectivas para o desenvolvimento da América Latina e do Caribe”, realizado em comemoração aos 65 anos da organização internacional. O objetivo da premiação é promover um espaço para que os pensadores da região possam desenvolver as novas perspectivas que permitam o debate e a geração de conhecimento nas Ciências Sociais no contexto regional.

Entre agosto de 2021 e fevereiro de 2022, a Flacso recebeu 144 ensaios acadêmicos em 15 temáticas relacionadas às Ciências Sociais. As linhas abrangeram mudanças climáticas, educação, diplomacia, economia, paz, gênero, desigualdade, cooperação internacional, emprego, governança, desenvolvimento territorial, envelhecimento populacional, diversidade, gerenciamento de riscos e migração, entre outros. Os ensaios foram avaliados em três fases e sob três critérios principais: inovação em suas ideias e perspectivas; impacto para a região; e inclusão de questões transversais (gênero, mudanças climáticas, novas tecnologias e metodologias inovadoras). Os trabalhos acadêmicos foram avaliados por uma equipe de 15 pesquisadores das Unidades Acadêmicas da Flacso na Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Honduras e México, todos sob a coordenação da Secretaria Geral.

Foram selecionados os três primeiros lugares e sete menções honrosas. Entre os ensaios selecionados, 40% são de autores da América do Sul, 30% do México e 30% da América Central. Entre os 10 ensaios, 50% correspondem a autoras mulheres e 50% a autores homens.

A FLACSO parabeniza os três primeiros colocados do concurso:

Primeiro lugar: “Fake News y Teorías Conspirativas: ¿Deberíamos preocuparnos?”, autora Valeria Castro Obando – Costa Rica.
Segundo lugar:  “Repensar la paz en Latinoamérica y el Caribe: historia, desarrollo y líneas de acción”, autora Krissia Lorena Flores Navarro – El Salvador.
Terceiro lugar: “El rol de la maternidad en la segregación ocupacional de 2005 a 2020 en México”, autora Lorena Guadalupe Corrales Borboa -México.

Além disso, a Flacso parabeniza os autores que receberam menção honrosa:

Alan Vogelfanger- Argentina
Alejandro May Guillén- México
Juan Becerra Hurtado y Jorge Flores- Ecuador
Laura Ximena Iturbide- Argentina
María Belén López y Romina Rajoy- Argentina
Ulises González Garduño- México
Carlos Ayala Durán- El Salvador

Os ensaios vencedores e o evento de premiação do concurso serão realizados no V Congresso da FLACSO, entre os dias 16 e 18 de novembro, em Montevidéu.

]]>
http://flacso.org.br/2022/09/16/flacso-anuncia-o-resultado-do-concurso-novas-perspectivas-para-o-desenvolvimento-da-america-latina-e-do-caribe/feed/ 0
Cotas: estudo revela aumento de 2.300% no número de normas que ampliam acesso de minorias no serviço público http://flacso.org.br/2022/08/31/cotas-estudo-revela-aumento-de-2-300-no-numero-de-normas-que-ampliam-acesso-de-minorias-no-servico-publico/ http://flacso.org.br/2022/08/31/cotas-estudo-revela-aumento-de-2-300-no-numero-de-normas-que-ampliam-acesso-de-minorias-no-servico-publico/#respond Wed, 31 Aug 2022 15:18:22 +0000 https://flacso.org.br/?p=28965

Por Paula Ferreira – O Globo

Uma pesquisa feita pela Universidade de Brasília (UnB) em parceria com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) identificou um salto no número de normas destinadas a garantir cotas raciais no serviço público. Legislações relacionadas ao tema passaram de cinco, em 2002, para 120, duas décadas depois, um aumento de 2.300%. O estudo considerou leis, decretos e resoluções federais, estaduais e municipais aprovadas ao longo dos últimos vinte anos.

O trabalho foi realizado por Pesquisadores do Laboratório de Acesso à Justiça e Desigualdades da UNB em parceria com o Colégio Latino-Americano de Estudos Mundiais da Flacso. Eles desenvolveram um mapa com as legislações de cotas em concursos públicos no país e verificaram que, embora a região Sudeste concentre maior parte desses dispositivos, o Nordeste tem apresentado crescimento significativo no número de regramentos.

Acesse a matéria completa aqui.

]]>
http://flacso.org.br/2022/08/31/cotas-estudo-revela-aumento-de-2-300-no-numero-de-normas-que-ampliam-acesso-de-minorias-no-servico-publico/feed/ 0
Especialização em Cultura e Educação da Flacso Brasil terá Mesa Coordenada no Enecult http://flacso.org.br/2022/07/21/especializacao-em-cultura-e-educacao-da-flacso-brasil-tera-mesa-coordenada-no-enecult/ http://flacso.org.br/2022/07/21/especializacao-em-cultura-e-educacao-da-flacso-brasil-tera-mesa-coordenada-no-enecult/#respond Thu, 21 Jul 2022 16:39:23 +0000 http://flacso.org.br/?p=28829 No dia 9 de agosto será realizada a Mesa Coordenada Cultura e Educação: Experiências em Instituições de Ensino Superior no 18º Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Enecult), promovido pelo Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Cult) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). A mesa é fruto da Especialização em Cultura e Educação da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil) e terá participação de integrantes da coordenação do curso e de especialistas formados na segunda turma da pós-graduação.

A mesa, que faz parte do GT Culturas e Universidades, propõe o diálogo entre trabalhos que narram experiências ligadas à oferta formativa e à gestão de políticas culturais alinhadas às questões educacionais em Instituições de Ensino Superior. 

Coordenação de Karen Kristien Silva dos Santos (Flacso Brasil) – Mestra pelo programa Cultura e Territorialidades da Universidade Federal Fluminense. É especialista em em Linguagens Artísticas, Cultura e Educação pelo Instituto Federal do Rio de Janeiro e  em Políticas Culturais de Base Comunitária pela Flacso Argentina, onde integra a coordenação da especialização em Cultura e Educação. No momento, atua em processos formativos com foco em juventudes e direitos humanos. Desenvolve pesquisas no campo de políticas culturais, educação e políticas públicas, com enfoque em direitos culturais. 

Renata Montechiare (Flacso Brasil) – É coordenadora do Núcleo de Estudos e Políticas de Cultura e Diversidade da Flacso Brasil e da Especialização em Cultura e Educação da instituição. Doutora e mestre em Antropologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trabalha com temas relacionados à produção cultural, cultura e educação, diversidade cultural, patrimônio e museus, com pesquisas sobre coleções, objetos e exposições etnográficas, em especial nos museus de antropologia na Espanha. Atualmente, coordena um grupo de pesquisa em educação intercultural com foco em educação escolar indígena, quilombola e do campo no Brasil.

Camila L. Corrêa da Costa (UFRJ) – Produtora cultural da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), atualmente lotada no Fórum de Ciência e Cultura, onde exerce a função de Diretora de Produção da Superintendência de Difusão Cultural. Especialista em Cultura e Educação pela Flacso Brasil, é mestre em Políticas Públicas pelo Programa de Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPFH/UERJ). Em 2021, após eleição em assembleia, passou a integrar a Diretoria Executiva do Fórum Nacional de Gestão Cultural das Instituições de Ensino Superior (FORCULT).

Fabio Augusto Cerqueira (Unicamp) – Gestor cultural na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), especialista em Direito Constitucional Aplicado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e em Cultura e Educação pela Flacso Brasil. Desenvolve pesquisa em gestão cultural, políticas públicas de cultura e políticas culturais para as universidades.

A atividade faz parte do XVIII Enecult, que acontece entre 9 e 12 de agosto, de forma híbrida.

Serviço

Data:  09/08

Horário: 16h30

Transmissão Online – Youtube – https://www.youtube.com/Enecult

Enecult

A décima oitava edição do Enecult, promovido pelo Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (Cult) da Universidade Federal da Bahia (UFBA), acontecerá entre os dias 9 e 12 de agosto de 2022.

Já passaram pelo ENECULT nestes 17 anos autores e pesquisadores de referência mundial como: Mia Couto (Moçambique), Antonio Lafuente (Espanha), Armand Mattelart (França), Armando Silva (Colômbia), Daniel Gonzalez (Argentina), Daniel Mato (Venezuela), Durval Muniz de Alburquerque Jr. (Brasil), Eduardo Nivón Bolán (México), George Yúdice (EUA), Gonzalo Carámbula (Uruguai), Manuel Garretón (Chile), José Miguel Wisnik (Brasil), Massimo Canevaci (Itália) Muniz Sodré (Brasil), Natália Ramos (Portugal), Octávio Getino (Argentina), Renato Ortiz (Brasil), Rocío Ortega (Paraguai), Rubens Bayardo (Argentina), Sérgio Amadeu (Brasil), Xan Bouzada Fernández (Espanha), Silvia Vetrale (Uruguai) e Victor Vich (Peru).

O XVII Enecult é promovido pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), por meio do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT), Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade (Pós-Cultura) do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC) e Faculdade de Comunicação (Facom).

Para saber mais, acesse a página do Enecult.

*Com informações: Cult – UFBA 

]]>
http://flacso.org.br/2022/07/21/especializacao-em-cultura-e-educacao-da-flacso-brasil-tera-mesa-coordenada-no-enecult/feed/ 0
Revista aborda histórico dos Acampamentos Terra Livre e relatos das atividades da edição de 2022 http://flacso.org.br/2022/06/28/revista-atl-2022/ http://flacso.org.br/2022/06/28/revista-atl-2022/#respond Tue, 28 Jun 2022 23:34:16 +0000 https://flacso.org.br/?p=28627

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), em parceria com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil), lança a revista ATL 2022, trazendo um histórico dos Acampamentos Terra Livre e relatos das atividades da edição de 2022.

“Em 2022 chegamos ao marco de 18 anos de realização do Acampamento Terra Livre (ATL). Desses, foram dois anos de realização virtual, em razão da pandemia da Covid-19, na qual perdemos muitos dos nossos. No entanto, seguimos com as forças da ancestralidade, nos reerguendo e conseguimos voltar às ações presenciais com o tema: ‘Retomando o Brasil: Demarcar Territórios e Aldear a Política’, ocupando a capital federal de 4 a 14 de abril”, diz o texto de apresentação.

O Acampamento Terra Livre (ATL), a maior Assembleia dos Povos e Organizações Indígenas do Brasil, que acontece desde 2004, por regra todo mês abril, inaugurou um marco histórico para o Movimento Indígena, consolidando as estruturas para a contínua mobilização nacional dos Povos Indígenas do Brasil, possibilitando inclusive formalmente a criação da Apib. A revista sistematiza, além dos acontecimentos do ATL 2022, as reivindicações de todos os ATLs anteriores, consistindo em documento de consulta sobre a luta dos povos indígenas.

]]>
http://flacso.org.br/2022/06/28/revista-atl-2022/feed/ 0
Imprensa chinesa repercute a entrada do país como Estado Observador no Sistema Flacso http://flacso.org.br/2022/06/28/imprensa-chinesa-repercute-a-entrada-da-china-como-estado-observador-no-sistema-flacso/ http://flacso.org.br/2022/06/28/imprensa-chinesa-repercute-a-entrada-da-china-como-estado-observador-no-sistema-flacso/#respond Tue, 28 Jun 2022 14:40:17 +0000 https://flacso.org.br/?p=28617 A China foi aprovada como Estado Observador no Sistema Flacso na Assembleia Geral da Flacso, realizada no dia 24 de junho em Quito, Equador. A imprensa chinesa repercutiu a notícia e conversou com a diretora da Flacso Brasil, Salete Valesan Camba, sobre seu significado para as relações de cooperação entre China e América Latina.

Acesse aqui a matéria do People’s Daily.

]]>
http://flacso.org.br/2022/06/28/imprensa-chinesa-repercute-a-entrada-da-china-como-estado-observador-no-sistema-flacso/feed/ 0
Programa de entrevistas sobre Juventudes, promovido pela Flacso Chile, conversa com Miriam Abramovay http://flacso.org.br/2022/06/27/ciclo-de-entrevista-sobre-juventudes-promovido-pela-flacso-chile-conversa-com-miriam-abramovay/ http://flacso.org.br/2022/06/27/ciclo-de-entrevista-sobre-juventudes-promovido-pela-flacso-chile-conversa-com-miriam-abramovay/#respond Mon, 27 Jun 2022 17:08:00 +0000 https://flacso.org.br/?p=28602 A coordenadora do núcleo de Estudos e Políticas sobre Juventudes, Educação e gênero: violências e resistências da Flacso Brasil, Miriam Abramovay, foi a primeira entrevistada da série Juventudes Impulsionando Cambios (Juventudes impulsionando mudanças, em tradução livre), promovida pela Flacso Chile.

Miriam conversou com a pesquisadora da Flacso Chile Verónica Cenitagoya Garín sobre juventudes e violências. Confira a entrevista completa aqui.

]]>
http://flacso.org.br/2022/06/27/ciclo-de-entrevista-sobre-juventudes-promovido-pela-flacso-chile-conversa-com-miriam-abramovay/feed/ 0
Assembleia Geral da Flacso indica nova diretora da Flacso Brasil http://flacso.org.br/2022/06/24/assembleia-geral-da-flacso-indica-nova-diretora-da-flacso-brasil/ Fri, 24 Jun 2022 17:24:33 +0000 https://flacso.org.br/?p=28562 A XXIV Assembleia Geral do Sistema Flacso nomeou Rita Gomes do Nascimento para o posto de diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais sede Brasil (Flacso Brasil), em encontro realizado nesta sexta-feira (24) em Quito, Equador. A candidatura de Rita Gomes foi apresentada pelo Conselho Superior da Flacso, que se reuniu no dia 23 de junho, também em Quito, a partir de indicação do Conselho Acadêmico da Flacso Brasil. Ela irá suceder a Salete Valesan Camba, que está na direção da Flacso Brasil desde 2014. O mandato de Rita Gomes terá início no dia 20 de julho.

A Assembleia Geral da Flacso aprovou por aclamação resolução de reconhecimento aos trabalhos realizados por Salete Valesan Camba enquanto diretora da Flacso Brasil para o “fortalecimento e desenvolvimento da sede, assim como do Sistema Flacso como um todo”.

O plenário também indicou Rebecca Lemos Igreja, coordenadora do Colégio Latino-Americano de Ciências Sociais, programa da Flacso Brasil, como membro do Conselho Superior da Flacso.

Rita Gomes é indígena do Povo Potyguara do Ceará. Pedagoga, Rita é doutora e mestra em Educação pela Universidade federal do Rio Grande do Norte (UFRN), especialista em Gestão Escolar pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), e realizou Pós-Doutorado no Programa de Estudos Pós Doutorais (PEP) da Universidad Nacional Tres de Febrero/Argentina (UNTREF/AR).

Rita já integrava o quadro de membros do Conselho Acadêmico da Flacso Brasil, onde coordena o Programa de Estudos e Pesquisas sobre Educação, Direitos Humanos e Diversidade Étnico-Racial. É professora da Secretaria da Educação (SEDUC), lotada no Conselho Estadual de Educação (CEE) do Ceará.

Foi também conselheira da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação, com mandato de 2010 a 2016. Exerceu o cargo de coordenadora Geral de Educação Escolar Indígena de 2012 a 2015 e de diretora de Políticas de Educação do Campo, Indígena e para as Relações Étnico-Raciais de 2015 a 2019 no Ministério da Educação.

 

 

]]>