Caravana de Educação em Direitos Humanos

A Caravana de Educação em Direitos Humanos surge como ação concreta da convergência de redes, movimentos, entidades e todas as pessoas que se dedicam na luta para afirmação dos direitos humanos como elemento central da sociedade e do Estado brasileiro.

O projeto teve origem no Fórum Mundial de Direitos Humanos (FMDH), com o objetivo de tornar permanente o debate político e a cultura de diálogos ampliados tendo como ferramenta a educação popular, fortalecendo e incentivando círculos de cultura e a participação de cidadãs e cidadãos na perspectiva de transformar a realidade política de seus territórios para impulsionar um novo modelo social que tenha a dignidade humana e a democracia como princípios fundantes da vida de todas as pessoas.

A Caravana percorreu os estados de Minas Gerais, Paraíba, Pará, Acre, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Bahia, Goiás, Rondônia, Amapá, Alagoas, Roraima e Maranhão com ações diversas e autogestionadas, fomentando iniciativas incorporadas durante seu trajeto.

Objetivos

Tecer atividades educadoras entre os Movimentos Sociais, grupos, coletivos, pessoas, entidades e instituições, levando os temas e campanhas surgidas do FMDH e colhendo as escutas dos grupos vulneráveis e em situação de violação de direitos, dando-lhes voz para legitimação das suas reivindicações, com intuito de inserir suas demandas nas políticas públicas.

Outro objetivo é compartilhar os saberes, relatar as experiências em educação em direitos humanos desta rede brasileira e divulga-los, dando visibilidade aos grupos, coletivos, entidades e movimentos sociais.

Público envolvido

Movimentos Sociais, grupos, coletivos, pessoas, entidades e instituições

Período

Abril de 2014 a setembro de 2015

Abrangência

Nacional

Parceiros

Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), Rede de Educação Cidadã (Recid) e Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI)

Publicação  

capa_cravanas