Baixar

Juventude e Educação: identidades e direitos

A Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil) e o Instituto Unibanco apresentam os resultados dos debates do curso Juventude e Educação: identidades e direitos. Este livro reúne artigos, relatos de experiência, depoimentos e análises sobre o histórico da participação dos e das jovens na sociedade brasileira, especialmente a partir da redemocratização do país. Autores: […]

Leia mais+
Baixar

La escuela y su violencia: el paralelismo Francia – Brasil

Este artigo integra o livro “La violence en institution. Situations critiques et signifcations”, organizado por Rémi Casanova e Sébastien Pesce. O escritório da OEI-Mercosul no Uruguai, divulgou esta publicação no marco do seminário regional “Entornos Educativos Promotores de Convivencia Democrática”, organizado conjuntamente com o Consejo de Educación Inicial y Primaria (CEIP) da Administración Nacional de […]

Leia mais+
Baixar

Guia para estudantes: reflexões e práticas sobre violência e convivência escolar: faça você mesmo!

Estas publicações são frutos de dois anos de experiências do Programa “O Papel da Educação para Jovens Afetados pela Violência e Outros Riscos no Ceará e no Rio Grande do Sul” realizado pela Faculdade Latinoamericana de Ciências Sociais (Flacso Brasil) em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Buscamos ao longo deste processo abranger […]

Leia mais+
Baixar

Guia para diretores e professores: reflexões e práticas sobre violência e convivência escolar: faça você mesmo!

Estas publicações são frutos de dois anos de experiências do Programa “O Papel da Educação para Jovens Afetados pela Violência e Outros Riscos no Ceará e no Rio Grande do Sul” realizado pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso Brasil) em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Buscamos ao longo deste processo abranger […]

Leia mais+
Baixar

Cadernos do GEA, Volume 5, Número 10, 2016 – A QUESTÃO INDÍGENA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Este número traz relevantes contribuições de pesquisadores/as indígenas e não indígenas que se dedicaram a estudar aspectos do ingresso de estudantes indígenas na educação superior. Não se trata apenas de quantificar esse ingresso, já que o perfil da população indígena brasileira impõe que a dimensão qualitativa dessa presença seja considerada. Os artigos discutem e analisam […]

Leia mais+
Baixar

Faces da desigualdade no Brasil. Um olhar sobre os que ficam para trás

A publicação Faces da Desigualdade no Brasil constitui uma das contribuições ao Programa Agenda Igualdade desenvolvido pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, FLACSO Sede Brasil, e o Conselho Latino-americano de Ciências Sociais, CLACSO, e contou com apoio da Fundação Ford.

As análises abordadas nesta publicação buscam reter parte dos avanços brasileiros na redução das desigualdades durante o período 2002-2015, além da perspectiva de renda. É um olhar para a parte meio cheia do copo.

Os dados sobre o Brasil refletem transformações relevantes ocorridas e partem do reconhecimento que ainda somos um dos países mais desiguais do mundo. Entretanto, se busca refletir sobre as conquistas democráticas alcançadas nos últimos anos, tentando compreender lacunas, limites e desafios que os governos progressistas enfrentaram para avançar na promoção de políticas de redução da injustiça social e das desigualdades estruturais existentes no País e na região.

Leia mais+
Baixar

JOVENS NEGROS NO COLÉGIO PEDRO II: AÇÕES AFIRMATIVAS E IDENTIFICAÇÃO RACIAL

A presente dissertação tem como objetivo discutir as significações que os professores e gestores do Colégio Pedro II atribuem às políticas de recorte racial implementadas na instituição, a partir da obrigatoriedade estabelecida pela lei 12.711/12, e também analisa como esses profissionais identificam os estudantes negros deste estabelecimento de ensino. Apresenta-se um levantamento da produção acadêmica sobre ações afirmativas, no período de 2011 a 2014, realizado no Banco Digital de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro em Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), com intuito de analisar como a temática tem sido discutida na Pós-graduação. Foram encontradas 97 produções, sendo 68 dissertações, e 29 teses com focalizações diferentes. Verificamos que existe uma variedade de temas relativos às medidas afirmativas, mas o recorte “política de cotas” foi preponderante nas diferentes áreas de conhecimento. O campo que comportava o maior quantitativo de produções foi a Educação, prevalecendo o tema ‘Negros e Ensino Superior’. Também foram realizadas entrevistas semiestruturadas com sete professores e três gestores do Colégio Pedro II. Para o tratamento do material empírico produzido com as entrevistas foi utilizada a metodologia da análise de conteúdo, com auxílio do software Atlas.ti. Os entrevistados se declararam majoritariamente favoráveis ao sistema de cotas, embora tenha se registrado uma crítica em relação ao recorte racial. Foi também destacada a atuação do Núcleo de Estudos sobre Afro-brasileiros (NEAB) na construção de uma identificação racial positiva.

Leia mais+
Baixar

Professor reflexivo no ensino superior : intervenção na prática pedagógica

Esta pesquisa propõe como tema de estudo o professor reflexivo no ensino superior: intervenção na prática pedagógica. O interesse de pesquisar este tema é compreender como a teoria e a prática favorecem a construção do saber docente. O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo investigar como os professores refletem a sua prática pedagógica e que impactos e mudanças esta reflexão produz na sua prática. Para desenvolver este estudo, inicialmente foi feito um estado do conhecimento com base nas publicações recentes sobre professor reflexivo. A bibliografia levantada constituiu a base para a pesquisa de campo que teve por finalidade descrever como a reflexão pode contribuir para a prática pedagógica. A pesquisa de campo foi realizada numa Instituição de Ensino Superior, localizada em Curitiba, no segundo semestre de 2004. Para a entrevista, foram indicados pelos Coordenadores dos Cursos de Graduação 1 (um) professor de cada curso, perfazendo um total de 11 (onze) professores, tendo como critério de indicação os professores que obtêm sucesso na sua prática pedagógica, a preocupação com a aprendizagem dos alunos, a observância aos princípios da didática utilizada em sala, clareza na apresentação dos conteúdos e adequação aos procedimentos metodológicos. Como referencial aos quesitos apresentados, optou-se por indicar o professor que obteve a melhor avaliação de desempenho do corpo docente do curso, por meio da Avaliação Institucional que ocorre a cada semestre ou a livre indicação dos coordenadores, neste caso sem basear-se nos quesitos da avaliação institucional. Além das entrevistas foram convidados todos os professores da instituição a responder a um questionário sobre o processo de reflexão que realizam, com questões fechadas e abertas que incluem os quesitos abordados nas entrevistas. O trabalho proporcionou para a pesquisadora um maior conhecimento da prática pedagógica pesquisada e permitiu um convívio mais próximo com as idéias dos docentes por meio direto das entrevistas e de uma forma indireta na aplicação dos questionários. Esta pesquisa representa uma contribuição para a prática pedagógica reflexiva. Evidenciou os processos de reflexão realizados pelos professores, suas preocupações, os avanços e mudanças possibilitados. Cabe destacar que no início da carreira docente há uma valorização mais intensa da atividade de ensino que posteriormente passa para uma preocupação com a aprendizagem incluindo as dificuldades dos alunos. Os professores se ressentem da falta de formação pedagógica para o exercício da docência, e o processo de reflexão acontece isoladamente, ou seja, cada professor realiza sua reflexão sem que ocorra uma discussão coletiva. Esse processo de formação coletiva cabe ser institucionalizado de modo a provocar mudanças na prática pedagógica contribuindo para a melhoria do ensino superior.

Leia mais+