A Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) é um organismo internacional, autônomo e de natureza intergovernamental, fundado em 1957 pelos Estados Latino-Americanos que acolheram uma recomendação da XI Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Atualmente, é composta por 18 Estados-membros que desenvolvem atividades acadêmicas, pesquisas e modalidades de cooperação em 13 países da América Latina e do Caribe. Todas essas unidades compõem o Sistema Flacso.

Sua estrutura de governança conta com:

Assembleia Geral (dos Estados-membros) que fixa a política geral da Instituição.

Conselho Superior (formado por representantes diplomáticos dos Estados que possuem sedes acadêmicas) que faz a mediação/acompanhamento entre a Assembleia Geral e a gestão cotidiana do organismo.

Comitê Diretivo (integrado pelos diretores de unidades acadêmicas e eleitos pela Assembleia, o Secretário Geral, e um representante dos professores) que é responsável pelo planejamento e execução das atividades da Faculdade. 

Cada Unidade Acadêmica, além do seu diretor, é gerida por um Conselho Acadêmico (composto pelos coordenadores de área, um representante dos docentes/pesquisadores e um representante dos estudantes) que é responsável pela proposição e avaliação das atividades institucionais.

O Secretário Geral (com sede atual em Costa Rica) é o mesmo da Assembleia, do Conselho Superior e Comitê Diretivo.

Estados-membros: Argentina, Bolívia, BrasilChile, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname e Uruguai.

Unidades acadêmicas

Sedes: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala e México.

Programas: Cuba, El Salvador, Honduras, Paraguai, República Dominicana e Uruguai.

 rede-flacso

A Flacso no Brasil

Com sede na cidade de Brasília e duas unidades, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo, a Flacso Brasil desenvolve atividades de pesquisa e de formação nas áreas de educação, direitos humanos, saúde, juventude, violência.

A Flacso e o Governo da República Federativa do Brasil assinaram convênio em dezembro de 1990 para o funcionamento da Sede Acadêmica no país. Em maio de 1992, o Congresso Nacional aprovou esse acordo por meio de Decreto Legislativo, que foi promulgado em junho do mesmo ano pelo Decreto n0 593, firmado pelos Presidente da República e Chanceler da República Federativa do Brasil.

O acordo entre a entidade e o governo prevê a execução de “atividades de docência de pós-graduação, pesquisa e outras modalidades de cooperação no campo do desenvolvimento econômico e social e da integração da América Latina e do Caribe” (artigo II).

Documentos

Acordo sobre a Flacso
Convênio Flacso Brasil
Regulamento de Programas Docentes do Sistema Flacso
Regulamento do Programa Docente da Flacso Brasil
Emissão de diplomas, certificados e históricos de notas
Código de Ética do Sistema Flacso
Código de Ética da Flacso Brasil
Política de proteção a crianças, adolescentes e adultos em situação de vulnerabilidade
Linhas de pesquisa do Sistema Flacso
Relatório Institucional 2010-2020
Sede Brasília – Convênio com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Escritório São Paulo – Convênio Flacso Brasil – Secretaria do Patrimônio da União
Escritório Rio de Janeiro – Acordo de Cooperação com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

 

Direção
Salete Sirlei Valesan Camba

Conselho Acadêmico
André Lázaro
Andrea Azevedo
Camilo Negri
Carolina Albuquerque
Florencia Stubrin
Iréri Ceja Cárdenas
Julia Tibiriçá
Kathia Dudyk
Mary Garcia Castro
Miriam Abramovay
Rebecca Igreja
Renata Montechiare
Rita Gomes do Nascimento (Rita Potyguara)

Coordenação Administrativa
Flávia Santos Porto Marins

Secretaria Acadêmica
Marcelle Tenorio