As inscrições para as atividades do Fórum Social Mundial 2018 foram prorrogadas até 25 de fevereiro. Interessados podem se inscrever, pelo site – www.fsm2018.org -, nas modalidades: Participante, Comitê e Grupo de Trabalho, Entidade, Atividades, Inscrições Solidárias e Casos Especiais. Participantes e organizações podem se inscrever até 10 de março. O FSM 2018 será realizado entre 13 e 17 de março e terá como território principal o Campus de Ondina, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), mas outros espaços de Salvador também abrigarão o evento. Jornalistas e comunicadores para o Centro de Mídia do FSM 2018 também já podem fazer suas inscrições.Do Parque do Abaeté, em Itapuã, ao Parque São Bartolomeu, no subúrbio, vários locais se tornarão territórios de diálogo e convergência do Fórum.

Apenas coletivos ou organizações podem inscrever Atividades que farão parte da programação do Fórum, e que serão autogestionadas. Ou seja, as organizações devem ficar responsáveis por definir os nomes de palestrantes e suas presenças em Salvador, por meios próprios e seu formato das atividades. Já a organização do FSM 2018 garantirá o espaço para a realização da atividade proposta e divulgação da mesma na programação no site do Fórum.

Resultado de um longo processo de diálogo no Coletivo Brasileiro e consultas nacionais e internacionais, as Atividades poderão ser inscritas a partir de 19 eixos temáticos, que vão da “Comunicação e Mídia Livre”, passando por “Migrações” e “Vidas Negras Importam”.

Para a edição do FSM 2018, a novidade é unir aos eixos, lemas e bandeiras com o intuito de contribuir ao processo de mobilização e articulação das resistências entre si, que são abertos e podem ser propostos por redes, plataformas, organizações e movimentos sociais. Alguns lemas já sugeridos em consultas feitas no site do Fórum são: “A vida não é mercadoria”, “Nada sobre nós, sem nós”, “Cidadania sem Fronteiras”, entre outros.

Os eixos temáticos do FSM 2018 são:

  • Ancestralidade, Terra e Territorialidade;
  • Comunicação, Tecnologias e Mídias livres;
  • Culturas de Resistências;
  • Democracias;
  • Democratização da Economia;
  • Desenvolvimento, Justiça Social e Ambiental;
  • Direito à Cidade;
  • Direitos Humanos;
  • Educação e Ciência, para Emancipação e Soberania dos Povos;
  • Feminismos e Luta das Mulheres;
  • Futuro do FSM;
  • LGBTQI+ e Diversidade de Gênero;
  • Lutas Anticoloniais;
  • Migrações;
  • Mundo do Trabalho;
  • Um Mundo sem Racismo, Intolerância e Xenofobia;
  • Paz e Solidariedade;
  • Povos Indígenas;
  • Vida Negras Importam.

 

Imprensa

Estão abertas as inscrições de jornalistas e comunicadores(as) para o Centro de Mídia do Fórum Social Mundial 2018.  Poderão se inscrever profissionais destacados(as) por veículos de mídia convencional e do universo das mídias livres, entre repórteres de impresso, internet, televisiva ou de rádio.

Em formulário próprio para a mídia, as pessoas inscritas deverão fornecer alguns dados de perfil profissional ou campo de atuação, assim como dos seus veículos, incluindo blogs, vlogs ou coberturas freelancers. A condição de profissional ou midiativista deverá ser comprovada para o credenciamento.

Para mídias livres, é indicada a opção de participar da Cobertura Compartilhada do FSM2018, que será organizada por meio de reuniões coletivas de pautas e divisão de atividades de comunicação e agendas, conforme o interesse da(o) comunicador(a).

As inscrições devem ser feitas até o início do FSM, por meio do site ou no local do evento, sendo que as credenciais aprovadas deverão ser retiradas no balcão de mídia, na Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Clique e faça a sua inscrição

Comunicação Compartilhada do Fórum Social Mundial 2018
Informações: imprensa@fsm2018.org
E-mail: comunica@fsm2018.org


Resistir é criar, resistir é transformar!

 

Informações do site do FSM 2018