87% das mortes de mulheres em MG são feminicídio

Estado divulga pela primeira vez números específicos desse tipo de crime

 

No primeiro semestre deste ano, foram 199 casos desse tipo de crime, que acontece especificamente porque a vítima é mulher. Foi a primeira vez que a secretaria divulgou uma estatística separada para feminicídio. A Lei do Feminicídio entrou em vigor em março de 2015.

Não há uma estatística oficial sobre números de feminicídio no Brasil, mas os dados mais aceitos são o do Mapa da Violência. Ele não inclui especificamente esse tipo de crime, mas aponta que 50% das mortes violentas de mulheres são cometidas por parentes, o que é um forte indicativo. Assim, a porcentagem mineira está bem acima da nacional.

Um dos gargalos desse tipo de estatística é a subnotificação e a classificação incorreta no momento do registro da tipificação do crime.