Físico Marcelo Knobel toma posse como reitor da Unicamp para mandato até 2021

Ele foi o mais votado em consulta à comunidade e resultado foi mantido por Geraldo Alckmin. Professor afirmou que situação econômica da universidade é delicada e apresentou planos.

O físico Marcelo Knobel, 48 anos, tomou posse como reitor da Unicamp, na noite desta quarta-feira (19), durante assembleia no Conselho Universitário (Consu). O mandato é de quatro anos.

Durante cerimônia realizada em um anfiteatro da Faculdade de Ciências Médicas, em Campinas (SP), Knobel dedicou o primeiro discurso à frente do posto para um entrelaçamento entre a história dele e da universidade estadual, fundada há 50 anos. Nascido na Argentina, ele mudou-se para o Brasil quando criança e o pai dele, o psiquiatra Maurício Knobel, também foi professor da Unicamp.

“Grande satisfação e orgulho, contrabalanceados pelo peso da responsabilidade”, afirmou.

Ao lembrar sobre o momento político e econômico do país, o novo reitor defendeu inovação, dinamismo, transparência e uma gestão flexível para permitir que a Unicamp atenda com qualidade às demandas sociais.

A universidade é responsável por 8% da pesquisa acadêmica no país e tem 34 mil alunos matriculados em 66 cursos de graduação. Além disso, possui 12% da pós-graduação.

Marcelo Knobel (Foto: Antoninho Perri – Ascom – Unicamp)
Marcelo Knobel (Foto: Antoninho Perri – Ascom – Unicamp)

Planejamento

Ele foi nomeado ao cargo pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), após vencer consulta feita à comunidade da universidade, quando recebeu 52,6% dos votos válidos.

Em entrevista ao G1, após ser eleito, ele evitou promessas, mas foi categórico em três pontos do planejamento: eliminar o duplo salário recebido pela cúpula da universidade, tentar equilibrar as finanças em meio à crise econômica nacional e ampliar o diálogo com professores e alunos.

 A Unicamp encerrou o ano passado com um déficit orçamentário de R$ 253,9 milhões – alta de 154,9% no comparativo com o saldo negativo de R$ 99,6 no fim de 2015. Além disso, o novo reitor defendeu a revisão dos mecanismos para elevar a inclusão étnico-racial na graduação.
Fonte: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/fisico-marcelo-knobel-toma-posse-como-reitor-da-unicamp-para-mandato-ate-2021.ghtml