Candidatos em lista de espera do ProUni devem apresentar documentação até hoje

Para participar, os estudantes deverão levar toda a documentação solicitada às instituições de ensino superior; candidato deve verificar horário e local

Candidato pode pesquisar a lista de documentos no site do ProUni
MEC/Reprodução

Candidato pode pesquisar a lista de documentos no site do ProUni

O prazo para que os candidatos que estão na lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) termina nesta terça-feira (14). Para participar, os estudantes deverão levar toda a documentação solicitada às instituições de ensino superior.

Vale lembrar que os estudantes são responsáveis por verificar os horários e o local em que devem entregar a documentação necessária. Caso não saiba, o candidato pode pesquisar a lista pedida no site do ProUni .

O resultado da lista de espera também está disponível desde a última sexta-feira (10), podendo ser consultada nas instituições de ensino superior. O candidato que estiver entre aqueles nomes da lista deve se apresentar à instituição com os documentos que comprovam todas as informações prestadas na ficha de inscrição.

As instituições de ensino vão utilizar a lista de espera para a convocação de candidatos para o preenchimento de bolsas que possam, eventualmente, não ser ocupadas. Por isso, elas recebem uma classificação dos estudantes por curso e turno, de acordo com as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016.

O programa oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas e comunitárias de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Ele é voltado aos estudantes brasileiro que não possuem diploma de nível superior. Neste semestre de 2017 foram ofertadas 214.242 bolsas.

Quem pode concorres às bolsas?

Podem concorrer às bolsas de estudo os estudantes que não tenham diploma de curso superior e tenham alcançado o mínimo de 450 pontos no Enem.

É necessário também que os candidatos tenham cursado o ensino médio em escola pública ou, na condição de bolsista integral, na rede particular e comprovem renda familiar de até um salário mínimo e meio para a bolsa integral e de até três salários mínimos para a parcial.

Também podem participar do Prouni pessoas com deficiência e professores da rede pública que integrem o quadro permanente da instituição de ensino.

 *Com informações da Agência Brasil