“Os jovens mudaram, e a escola não acompanhou”

Em entrevista à DW Brasil, Miriam Abramovay, coordenadora de Estudos e Políticas sobre a Juventude da Flacso Brasil, defende a criação de políticas que visem melhorar a convivência escolar e ajudem a identificar tendências violentas em jovens a fim de evitar ações extremas como o massacre de Suzano.

Leia mais+

Mais armas significam mais mortes ou reforçam a defesa?

Responsável pelo Mapa da Violência, o coordenador da Área de Estudos da Violência da Flacso Brasil, Julio Jacobo Waiselfisz, avalia que o Estatuto do Desarmamento freou a corrida às armas motivada pelo crescimento da violência urbana. Para ele, os indicadores podem disparar se mais armas estiverem circulando.

Leia mais+

Especialistas discutem sobre violência nas escolas

Confira participação de Miriam Abramovay, coordenadora da Área de Estudos sobre a Juventude, no programa Edição das 10, da Globo News. A socióloga fala sobre violência nas escolas com base nos programas e pesquisas que vem desenvolvendo na Flacso Brasil. Acesse: https://glo.bo/2RlulZl

Leia mais+

Pesquisadora debate violência no ambiente escolar

No Dia dos Professores, Eleonora Figueiredo, pesquisadora da Flacso Brasil na Área de Estudos e Políticas sobre a Juventude, foi uma das entrevistadas do programa Sem Censura, da TV Brasil. Ela falou sobre violência no ambiente escolar com base em pesquisa recém concluída com estudantes das escolas públicas de Porto Alegre (RS) e Fortaleza (CE). 

Leia mais+

Juventudes em risco

Em entrevista a colunista do jornal O Globo, Miriam Abramovay, coordenadora da Área de Estudos sobre a Juventude da Flacso Brasil, fala sobre os resultados da pesquisa “Violência e Convivência nas Escolas”, realizada pela Flacso em parceria com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Leia mais+