Marcio Pochmann, presidente da Fundação Perseu Abramo (FPA), e coordenadores da Área do Conhecimento da Fundação receberam na manhã da terça-feira, 31 de março, representantes da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso) para assinatura de convênio entre as entidades.

A parceria estabelece ampla cooperação com a finalidade de desenvolver cursos de formação e compartilhamento de experiências educacionais e acadêmicas. Com o convênio Marcio Pochmann acredita que a FPA poderá dar “vazão maior aos cursos atuais porque há demanda”. O convênio deverá ter como primeira ação a formação de curso de mestrado, que será o primeiro da Flacso no Brasil.

Reunião na Fundação Perseu Abramo com representantes da Flacso

Reunião na Fundação Perseu Abramo com representantes da Flacso

Para Pablo Gentili, um dos representantes da Flacso, “há sintonia dos trabalhos e temas da FPA com a Flacso. Vamos recuperar as ideias e passar ao debate programático”.Ele relatou que a Flacso é uma instituição pública com perfil intelectual que tem vontade de fazer política”.

Gentili também acredita que a formação em políticas públicas que será oferecida poderá gerar novos modelos de atuação nos municípios, por exemplo. Também serão discutidas e pensadas publicações a partir das experiências latino-americanas.

Marcio Pochmann e Salete Valesan assinam o convênio FPA/Flacso

Marcio Pochmann e Salete Valesan assinam o convênio FPA/Flacso

Salete Valesan Camba, diretora da Flacso responsável pela assinatura do convênio, considera que será possível desenvolver diversas atividades, “sendo a primeira o curso de mestrado com certificação da Flacso internacional”.

Entre as missões da Flacso está a tarefa de desenvolver a docência de pós-graduação, a pesquisa e a cooperação científica e assistência técnica, no campo das Ciências Sociais e suas aplicações apoiar o desenvolvimento e a integração dos países da América Latina e Caribe.

Fotos: Sergio Silva