Na cerimônia de posse desta segunda-feira (29) do novo reitor da Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana), Josué Modesto dos Passos Subrinho, o antecessor dele, Helgio Trindade, que deixou o cargo alegando problemas de saúde, reclamou da falta de autonomia das universidades federais no país. Trintade disse que há autonomia no Brasil apenas nas instituições privadas, que ocupam 75% das matrículas, e a “grande exceção” está em São Paulo, cujas universidades públicas têm maior independência.

Sites da UOL ficam sem acesso