A Airbus e a Unesco desafiaram estudantes do mundo inteiro a propor soluções para o setor de aviação a fim de incentivar jovens a conjugar conhecimentos e criatividade em uma área carente de profissionais. Uma equipe da Austrália levou o segundo lugar com a proposta de desenvolver uma aeronave movida por uma mistura de biometano liquefeito produzido de forma sustentável e gás natural liquefeito (Bio-GNL). Mas o primeiro lugar ficou com um grupo de estudantes de Design da Universidade de São Paulo que pensou em algo mais simples que pode impactar a vida de trabalhadores e passageiros.

Marcos Philipson, Leonardo Akamatsu, Adriano Furtado e Caio Reis, e Henrique Corazza – este último estudava na USP e agora está na Loughborough University, no Reino Unido – venceram o Fly Your Ideas 2013, com a proposta de um sistema de estofamento de ar para acelerar o carregamento e descarregamento de bagagens do compartimentos de carga. O dispositivo, inspirado em mesas de hóquei reduz a carga de trabalho dos funcionários.

“Começamos a desenvolver esse projeto a partir de uma pesquisa envolvendo visita a uma fábrica de aviões, aeroportos e entrevistas com trabalhadores da área. Ficamos impressionados com as dificuldades a que estão sujeitos os trabalhadores que fazem o carregamento e descarregamento das bagagens, que vão desde questões de saúde, principalmente de natureza postural, até a demanda acelerada”, comenta Philipson. Além de melhorar as condições de trabalho dos funcionários, o dispositivo deve acelerar em 30% o tempo gasto no processo.